quarta-feira, 6 de março de 2013

Calçada estreita e semáforo rápido dificultam passagem de pedestres em Sorocaba


Pedestres são obrigados a transitar pela rua devido ao acúmulo de lixo na calçada (Foto: Fernando Rezende)
 
 

A calçada do pequeno trecho da rua Princesa Isabel atrás do Cemitério da Saudade, está dificultado a vida de pedestres, já que possui alguns obstáculos. No lado oposto ao cemitério, moradores facilitaram a entrada a suas casas com degraus e rampas de acesso à garagem, que ocupam parte da passagem e obrigam pedestres a se arriscarem transitando pela via. Junto ao cemitério, o problema fica por conta de um contêiner e lixo acumulado.

Um imóvel aparentemente abandonado, na esquina do trecho com a rua Comendador Oetterer, também preocupa pessoas que passam pelo local diariamente. Parte do telhado já não existe e o que ainda resta está caindo dentro do recinto, onde também há pedaços de madeira e objetos que podem abrigar foco da dengue.

SEMÁFORO – Outra questão levantada por uma moradora que prefere não se identificar é quanto ao tempo disponível para os pedestres atravessaram a avenida Comendador Oetterer. Ela conta que frequentemente observa pessoas idosas ou com deficiência física transitando na via. “É muito rápido e eles não conseguem chegar ao outro lado; aí depende da educação dos motoristas, uns esperam e outros buzinam.” 

O Setor de Fiscalização da Secretaria de Segurança Comunitária (Sesco) informou que encaminhará uma equipe ao local para averiguar a denúncia e, posteriormente, adotar as medidas cabíveis.

Já a Urbes – Trânsito e Transporte, responsável pelos semáforos, informou que o tempo é calculado com base na largura da via dividido pela velocidade de 1 metro por segundo - o tempo mínimo nunca é inferior a doze segundos. Para a travessia da rua Comendador Oetterer, o tempo mínimo de travessia é de 12 segundos chegando ao máximo de 20 segundos. Ainda de acordo com a Urbes, conforme a demanda de pedestres existente naquele ponto da via, não há necessidade de aumentar o tempo. “Cabe destacar que eventual mudança irá acarretar transtornos à circulação de veículos.”

As informações são do Jornal Diário de Sorocaba.